Operadoras podem começar a cortar serviço de internet também na rede fixa

Operadoras podem começar a cortar serviço de internet também na rede fixa

Há pouco tempo a Vivo, Claro e Oi anunciaram que o serviço de internet móvel seria cortado após ultrapassar o limite de banda; antes os usuários ainda poderiam usar a rede, só que a velocidade era reduzida e poucos serviços funcionavam. De acordo com as empresas, a medida foi tomada para melhorar o serviço.

Infelizmente esse corte pode não permanecer apenas nas redes móveis, segundo a Anatel, o mesmo também pode ocorrer com o serviço fixo. De acordo com o site Convergência Digital, esse foi o assunto principal discutido no Conselho Consultivo da Anatel.

A superintendente de Relações com os Consumidores da Anatel, Elisa Peixoto, disse que a única exigência da Agência Nacional de Telecomunicações é que as operadoras avisem os usuários com 30 dias de antecedência, para que a novidade não causem nenhuma má surpresa aos consumidores.

A Anatel não colocará nenhum entrave à cobrança no caso do excedente da franquia. O futuro da receita do setor é o tráfego de dados e é um movimento natural que a gente passe a ver cobrança desse serviço, sob pena de não haver recursos para investimento na rede. Toda a vez que o consumidor tinha a redução de velocidade no fim da franquia passava por uma falsa percepção de que o problema era na qualidade da rede, afirmou Elisa Peixoto.

A Anatel acredita que as operadoras erraram ao considerar que a limitação da internet móvel seria um beneficio para seus usuários, sendo que como a própria palavra explica, limita os consumidores.

O superintendente de competição da Anatel, Carlos Baigorri, diz que a maioria das operadoras prestam serviços “deficientes”, por meio de um modelo de tarifas com seleção adversa, que até pode funcionar para operadoras com poucos usuários, mas para a quantidade de consumidores atual o serviço é ineficiente.